Soutiens

“Chorei pela ficção tão real, pelo querer mudar, pelo não saber. Pelas crianças afegãs, pelas crianças brasileiras, pelas crianças. Por mim.”

Hoje, eu queimei um sutiã. Meu, interior, privado, me queimei um pouco e me libertei de muito. Decidi, inclusive, deixar de ser preguiçosa e passar algumas redações para cá.

Au revoir, chéries.

***
Mulher-maravilha Lívia Furtado
A gravidez na adolescência é um fenômeno de repercussões preocupantes e ocorrência crescente. A maior parte dos casos deriva da chamada “cultura de maternagem”, comum nas periferias urbanas, como nas favelas cariocas; para que esse quadro de alarmante crescimento seja revertido, é preciso agir diretamente nos pilares dessa realidade: as mulheres. (ler na íntegra)
Anúncios

Sobre Lívia Furtado

Começou a estudar jornalismo e desenvolveu cada vez mais seu amor pelos livros. Começou a fazer reportagens, brincou de editar livros, foi parar na Flip e descobriu que, realmente, é a literatura seu grande amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

1.

3.

4.

  • 14,146 já ouviram
%d blogueiros gostam disto: