Quarto 101

Morro de medo que você nunca tenha sido sensível aos nossos prazeres. Sim, conheço agora a má-fé dos seus arrebatamentos. Você me traía todas as vezes que se dizia extasiado por estar sozinho comigo. Só devo seus arroubos às minhas impertinências. Você provocou a sangue-frio meu entusiasmo, só olhou minha paixão como vitória sua, e seu coração jamais foi profundamente tocado. […] No entanto não posso querer que você não pense em mim. Para falar com sinceridade, sinto ciúme violento de tudo o que lhe dá alegria e toca seu coração e seu prazer […]. (M.  Alcoforado – Cartas da religiosa portuguesa, in Contos de Amor e Desamor)

Anúncios

Sobre Lívia Furtado

Começou a estudar jornalismo e desenvolveu cada vez mais seu amor pelos livros. Começou a fazer reportagens, brincou de editar livros, foi parar na Flip e descobriu que, realmente, é a literatura seu grande amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

1.

3.

4.

  • 14,146 já ouviram
%d blogueiros gostam disto: