De repente, ao meio dia

O burburinho do restaurante é quebrado pelo estatelar do vidro. O menino para, aflito. As conversas são retomadas, mas ele fica. Encarando a bagunça de arroz-feijão-frango-salada. Procura a mãe, apreensivo. Ela continua se servindo, muda, dirigindo-lhe apenas um meio olhar de desprezo. Ele enrubesce. Olha para os lados. Para baixo, para os cantos. Não há onde esconder-se; muito menos onde esconder a sujeira que fez. Tenta. Numa tentativa vã, começa a empurrar com os pés os cacos e a comida para baixo do freezer dos sorvetes. Ô, menino! Deixa que a moça já vai ai limpar, grita a dona do restaurante.

A mãe entra na fila pra pesar a comida, e ele fica ali. Volta, pega um novo prato. Recomeça. A mãe, em voz alta, alerta-o: Tá segurando direito agora? Não vai deixar cair, hein. Ele segue, segurando a bandeja com força, tentando camuflar-se em meio ao restaurante cheio. Finalmente, sentam-se. Ele, vermelho por baixo da pele escura, olhos baixos, trêmulos. Engole em seco, toma um gole do suco, tenta comer. Ela, impassível.

– Você não vai me bater quando chegar em casa, vai?

A boca treme, a mão tenta se obrigar a levar mais uma garfada à boca, só mais uma, de pouco em pouco, ninguém está olhando, vamos, vai ficar tudo bem.

– Vê se não vai chorar, hein.

Sua garganta não suporta mais engolir o peso dos seus 11 anos. Ele chora.

Anúncios

Sobre Lívia Furtado

Começou a estudar jornalismo e desenvolveu cada vez mais seu amor pelos livros. Começou a fazer reportagens, brincou de editar livros, foi parar na Flip e descobriu que, realmente, é a literatura seu grande amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

1.

3.

4.

  • 14,095 já ouviram
%d blogueiros gostam disto: